Descubra nesse artigo o que é febre maculosa e saiba como se proteger dessa doença. Além disso, entenda os detalhes dos trágicos casos em Campinas e aprenda medidas eficazes para evitar o contato com carrapatos.

No início de junho de 2023, notícias preocupantes chamaram a atenção dos brasileiros. Três pessoas – a dentista Mariana Giordano, de 36 anos, o namorado dela, o empresário Douglas Costa, de 42 anos, e a jovem Evelyn Santos, de 28 anos – perderam suas vidas.

Essas três vítimas fatais e uma adolescente internada haviam visitado a Fazenda Santa Margarida (Campinas – SP) no dia 27 de maio, durante a realização do evento “Feijoada do Rosa”. E sim, a febre maculosa foi confirmada como a causa dessas mortes chocantes.

Após esses incidentes alarmantes, a preocupação com o risco de contato com carrapatos aumentou significativamente.

Continue a leitura e saiba mais.

O que é febre maculosa?

o que é febre maculosa

Você sabe o que é febre maculosa? Bom, essa é uma doença infecciosa grave causada pela bactéria Rickettsia rickettsii. A doença recebe esse nome devido ao surgimento de manchas vermelhas na pele (máculas) que podem aparecer durante o curso da infecção.

🐴 Animais como capivaras e cavalos podem ser portadores do carrapato que transmite essa doença, que podem, por sua vez, transmitir a bactéria da febre maculosa para os seres humanos.

Embora casos dessa doença sejam relativamente raros, a taxa de mortalidade associada a ela é alarmante. 😔 A rapidez com que os sintomas se manifestam e a dificuldade em diferenciá-los de outras enfermidades contribuem para o seu caráter perigoso.

E se você tiver se perguntando se febre maculosa mata, a resposta é sim. Infelizmente, a febre maculosa pode ser uma doença grave e até mesmo fatal se não for tratada precocemente.

A febre maculosa mata, mas também pode causar danos aos órgãos internos, como rins, pulmões e cérebro, levando a complicações sérias. 🤯 Por isso, é essencial procurar atendimento médico imediato ao apresentar sintomas suspeitos, especialmente se você teve contato com carrapatos recentemente.

Sintomas da febre maculosa

Agora que você já sabe o que é febre maculosa, chegou a hora de conhecer os sintomas relacionados a ela. 👇

A febre maculosa apresenta uma variedade de sintomas, incluindo febre, náuseas, vômitos, cansaço, fadiga e manchas vermelhas no corpo.

O período de incubação varia de dois a 15 dias, e os sintomas geralmente surgem em torno do sétimo dia.

É importante destacar que esses sintomas podem ser confundidos com os de uma virose comum ou até mesmo com dengue, ressaltando a necessidade de acompanhamento médico adequado.

Uma das características mais preocupantes da febre maculosa é o comprometimento da coagulação sanguínea. Caso não seja tratada prontamente, a doença pode progredir e afetar os vasos sanguíneos na região cerebral. 🧠 Por isso, é fundamental buscar ajuda médica o mais rápido possível ao suspeitar de infecção.

👉 Lembre-se sempre de que febre maculosa mata e a informação é uma ferramenta poderosa na prevenção de doenças. Mantenha-se atualizado sobre as medidas preventivas, busque orientação médica e adote práticas de proteção adequadas para evitar o contato com carrapatos e reduzir o risco de contrair a febre maculosa.

Qual carrapato transmite febre maculosa?

tipos de carrapato carrapato estrela

O carrapato-estrela (Amblyomma sculptum) é o principal vetor da febre maculosa no Brasil. Esse carrapato é encontrado em diferentes regiões do país e também pode aparecer em áreas urbanas. Isso acontece principalmente quando as famílias que levaram o seu pet para uma casa de campo, sítio, fazenda ou qualquer região com vegetação densa retornam para suas casas.

Como pega febre maculosa?

A principal forma de contrair febre maculosa é através da picada do carrapato-estrela que está infectado pela bactéria Rickettsia rickettsii. Ao se alimentar do sangue humano, o carrapato transmite a doença se ficar em torno de 4h preso no corpo do hospedeiro.

É importante destacar que a bactéria não é transmitida de pessoa para pessoa, apenas pela picada do carrapato infectado. Ou seja, um surto de febre maculosa não tem como se transformar em uma epidemia. ⚠️

Como ocorre a transmissão da febre maculosa?

picada de carrapato

A transmissão da febre maculosa ocorre quando um carrapato-estrela infectado pica uma pessoa, a bactéria Rickettsia rickettsii presente em sua saliva é transmitida para o hospedeiro.

Geralmente, a picada passa despercebida, pois o carrapato é pequeno e pode se fixar em áreas difíceis de serem observadas, como axilas, virilhas e couro cabeludo. Após a picada, a bactéria invade as células do organismo, causando a infecção.

Febre maculosa tem cura?

Sim, a febre maculosa tem cura quando diagnosticada e tratada precocemente. 🙌

O tratamento envolve o uso de antibióticos específicos para combater a infecção bacteriana. 💊 É fundamental seguir as orientações médicas e completar todo o ciclo de tratamento para garantir a eficácia e evitar complicações.

Tudo sobre o temido carrapato-estrela:

tipos de carrapatos

O carrapato-estrela, também conhecido como carrapato-amarelo-do-cão, é uma espécie de carrapato comum em áreas rurais e de mata, especialmente no Sudeste do Brasil.

Ele possui o corpo achatado e oito pernas, podendo variar de tamanho conforme seu estágio de vida. Durante seu ciclo de vida, o carrapato passa por diferentes estágios, incluindo larva, ninfa e adulto.

Ele necessita de sangue para se desenvolver em cada estágio e buscará um hospedeiro adequado para se alimentar. 🩸

Uma das características marcantes desse carrapato é o seu hábito de subir na vegetação, esperando que um hospedeiro passe próximo para se agarrar. 😱 Ao entrar em contato com a pele, ele procura um local seguro e pouco visível para se fixar.

Onde o carrapato-estrela pode estar presente nas cidades?

Embora seja mais comum em ambientes naturais, esse tipo de carrapato tem se adaptado a áreas urbanas devido ao desmatamento, urbanização desordenada e migração de animais hospedeiros.

O carrapato-estrela pode ser encontrado em diferentes locais, tais como:

1- Parques e áreas verdes: Parques urbanos, praças e outras áreas arborizadas podem abrigar carrapatos, incluindo o carrapato-estrela. É importante tomar precauções ao frequentar esses locais, especialmente em épocas de maior atividade dos carrapatos.

2- Jardins e quintais: Se você mora em uma área urbana com espaços abertos, é possível encontrar carrapatos, incluindo o carrapato-estrela, em jardins e quintais. Manter seu jardim limpo e bem cuidado, seguindo as dicas mencionadas anteriormente, pode ajudar a reduzir a presença desses parasitas.

3- Áreas de vegetação densa: Algumas áreas urbanas podem ter remanescentes de vegetação densa, como terrenos baldios, matas ciliares e áreas de preservação. Esses locais podem servir de habitat para carrapatos, incluindo o carrapato-estrela.

4- Áreas próximas a animais hospedeiros: O carrapato-estrela é conhecido por se alimentar de diferentes hospedeiros, como capivaras, cavalos, roedores e aves. Portanto, áreas urbanas próximas a locais onde esses animais estão presentes, como zoológicos, fazendas, áreas de criação de gado, podem ter uma maior ocorrência de carrapatos.

Como evitar carrapato-estrela

É importante conhecer especificamente as características do carrapato-estrela e adotar estratégias para evitar seu contato. E como fazer isso, afinal?

➡️ Proteja seus animais de estimação: Os animais domésticos, como cães e gatos, também podem ser vítimas do carrapato-estrela. 🐶 Utilize produtos antiparasitários adequados, como coleiras, sprays ou pipetas, recomendados pelo médico veterinário, para proteger seus animais de estimação contra carrapatos.

➡️ Evite contato com animais selvagens: Evite tocar ou se aproximar de animais selvagens, como roedores, capivaras e cavalos, que podem ser portadores de carrapatos. Caso precise lidar com esses animais, tome precauções adequadas e utilize luvas protetoras, combinado? 👍

➡️ Contrate uma empresa de dedetização: Contratar uma empresa especializada em dedetização de carrapatos, como a InsectControl, pode ser uma medida eficaz de como evitar carrapato-estrela em sua residência.

Isso porque a dedetização de carrapatos contribui para reduzir a população de carrapatos no ambiente, minimizando a probabilidade de picadas e, consequentemente, a transmissão de doenças como a febre maculosa. 🤩

É uma medida complementar super válida, especialmente em áreas onde há uma infestação de carrapatos ou em casos em que as medidas de prevenção individual não são suficientes.

Como evitar febre maculosa

barata francesinha transmite doença

A prevenção é a melhor forma de como evitar febre maculosa e se proteger do carrapato-estrela. Confira abaixo algumas medidas importantes que você pode tomar.

Evite áreas infestadas – Mantenha-se afastado de áreas conhecidas por terem alta concentração de carrapatos estrela, como matas, florestas, capinzais e locais com vegetação densa.

Use roupas adequadas – Ao se aventurar em áreas propensas a carrapatos, use roupas claras de mangas longas, calças compridas e sapatos fechados. 👖 Isso reduz a exposição da pele e dificulta o acesso do carrapato ao corpo.

Certifique-se de que as roupas estejam bem ajustadas ao corpo. Uma boa dica é colocar uma fita adesiva ao redor da barra da calça (próximo ao tornozelo) para que não sobre nenhum espaço que possibilite um carrapato de te picar.

Utilize repelentes – Aplique repelentes de insetos, especialmente aqueles que contenham ingredientes ativos como DEET ou permitrina, nas áreas expostas da pele. Siga as instruções do produto e reaplique conforme necessário.

Faça verificações regulares – Após passar tempo ao ar livre, verifique minuciosamente o corpo em busca de carrapatos, prestando atenção especial a áreas quentes e úmidas. Preste atenção especial em áreas quentes e úmidas, como axilas, virilhas, couro cabeludo e orelhas. 🔍

🚨 Atenção: Caso encontre um carrapato, remova corretamente e limpe bem a região com álcool ou antisséptico. NUNCA esmague carrapatos entre as unhas, o correto é retirar com uma pinça.

Realize exames periódicos – Se você frequentou áreas propensas a carrapatos recentemente, é recomendável realizar exames periódicos para detecção precoce da febre maculosa. 🩺 Informe seu médico sobre sua exposição a carrapatos e solicite exames específicos, se necessário.

Esteja atento aos sintomas – Fique atento aos sintomas característicos da febre maculosa, como febre, dores musculares, vômitos e manchas vermelhas na pele. 🤒 Caso apresente esses sintomas após possível exposição a carrapatos, busque assistência médica imediatamente.

Promova a higiene pessoal – Após visitar áreas propensas a carrapatos, tome banho imediatamente para remover qualquer carrapato não detectado e faça uma inspeção cuidadosa em todo o corpo. Lave e seque as roupas utilizadas em temperaturas elevadas, pois isso ajuda a eliminar possíveis carrapatos. 👚

⚠️ Lembre-se:

Carrapatos se reproduzem rapidamente e podem transmitir diversas doenças graves para você, sua família e seus pets. Se você estiver lidando com uma infestação, o indicado é contatar uma empresa de dedetização profissional.

Saiba que você pode contar com a InsectControl! Temos a melhor avaliação do Rio de Janeiro, resultados garantidos e preços acessíveis. 🤝